26 de janeiro de 2018

Concurso Aberto - Polícia Militar do Distrito Federal - PM DF 2018

 PM DF 2018

Foi divulgado EDITAL de Concurso Pública da Polícia Militar do Distrito Federal para o preenchimento de 2.000 vagas para o cargo de Soldado. Inicialmente o certame oferta 500 vagas imediatas mais a formação de cadastro reserva com mais 1.500 vagas. Oferta-se também, 24 vagas para o quadro de especialista (Músicos e Corneteiros). Ressalta-se que 10% das vagas são destinadas a mulheres.

O cargo exige graduação de nível superior em qualquer área de formação e carteira nacional de habilitação, no mínimo, com categoria "B". A idade mínima é de 18 anos e a máxima é de 30 anos completos até a data de inscrição no concurso, e a altura mínima para homens é de 1,65m e de 1,60m para mulheres.



As inscrições poderão ser realizadas no SITE da banca organizadora (IADES) no período do dia 25 de Fevereiro até o dia 04 de Abril de 2018. A taxa de inscrição será no valor de R$ 88,00, devendo ser paga até o dia 05 de Abril de 2018. A estimativa é que 28.000 candidatos se inscrevam para prestar este concurso.

O certame será dividido em várias etapas, entre elas: prova objetiva (prevista para ser aplicada no dia 06 de Maio de 2018) e  discursiva, teste de aptidão física (TAF), avaliação médica, avaliação psicológica, sindicância da vida pregressa e investigação social. Para os cargos de especialista, haverá também prova prática.

Fique atento pois os prazos do Concurso para os cargos de especialista possuem datas diferentes. Após aprovação em todas as etapas, o candidato participará de Curso de Formação, com remuneração de R$ 4.119,22 mais Auxílio Alimentação no valor de R$ 850,00. Depois de formado, o salário sobe para R$ 5.245,41 mais o mesmo Auxílio.

O PM, na graduação de soldado, deve executar atividades de policiamento ostensivo e quaisquer atividades correlacionadas à missão institucional para as quais for designado. Ele atende ocorrências policiais e desempenha a atividade policial militar visando à preservação da ordem pública.

Fonte: G1